quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008

Vitória tranquila dá 7.º lugar.

Foi um jogo com pouca emoção onde o Gulpi desde cedo começou a comandar as operações e a construir o resultado. André Pinto inaugurava o marcador para minutos depois Nelson Gomes fazer o 2-0. Tiago Ferraz, acabado de entrar, fazia o terceiro para o Gulpi. A Juv. Ouriense ainda reduziu antes do intervalo com golo de Godinho na marcação dum livre.
O Gulpi entrou para a segunda parte algo lento e sem atitude o que valeu o segundo da Juv. Ouriense novamente por Godinho mas desta vez na transformação dum penalty. Os Gulpilharenses acordaram de imediato e Tiago Ferraz, depois dum roubo de bola de Marco Dias, fazia o 4-2 e serenava os ânimos. O Gulpi não abrandou e André Pinto fazia o 5-2. Nelson Gomes viria a fechar a contagem fazendo o sexto golo.
Boa arbitragem!

Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira, Nelson Gomes(2) e André Pinto(2); Tiago Ferraz(2), Luís Costa, Ruben, João Paulo e Diogo Almeida(gr).
Tr. Fernando Almeida
Juv. Ouriense: Marco Barros(gr), Luís Brandão, Helder Ferreira, Nuno Domingues e Pedro Nobre; Jorge Godinho(2), Luís Peralta, Bruno Pereira e João Silva.
Tr. Jorge Godinho
Int: 3-1 Marcha marcador: 3-0; 3-2; 6-2

Sábado, dia 9 de Fevereiro, o Gulpi tem uma difícil deslocação a Viana do Castelo para defrontar a Juventude local. O jogo realiza-se às 21:30 horas no pavilhão Monserrate.

sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

Gulpi - Juv. Ouriense 18h Pav. Gulpilhares

O Gulpi recebe amanhã, dia 2, a equipa da Juventude Ouriense para a 21.ª jornada do Nacional. Será mais um jogo onde a vitória será muito importante mas nada fácil. Apela-se a todos os Gulpilharenses para darem o seu apoio no pavilhão assim como à claque SuperGulpi que nos últimos jogos tem demonstrado um fortíssimo apoio à equipa. Juntemo-nos todos no apoio à nossa equipa.
Força Gulpi!

Gulpi em 9.º lugar com 28 pts.

O ano não começou da melhor forma, aliás começou como acabou o ano anterior. Com uma derrota. O primeiro jogo impunha uma deslocação a Oliveira de Azemeis onde a equipa da casa não deu a mínima hipótese e ganhou. O jogo ainda esteve equilibrado durante a primeira parte mas na segunda o conjunto Oliveirense conseguiu concretizar a vitória. Os golos Gulpilharenses foram apontados por Nelson Gomes e Marco Dias.
Seguia-se a recepção ao Alenquer, jogo que se antevia difícil depois destes se terem reforçado com o guarda redes André Azevedo e o avançado Johe. A equipa do Gulpi entrou muito concentrada e conseguiu uma vitória muito importante. Marco Dias abriu o marcador na conversão dum penalty e David Chalupa faria a igualdade ainda antes do intervalo. Na segunda metade e depois do Gulpi passar por um período de desconcentração, Marco Dias deu nova vantagem ao concretizar uma rápida jogada de contra ataque. Nelson Gomes fecharia o resultado ao apontar um golo de belo efeito.
A deslocação a Vale de Cambra era o jogo a cumprir para a 19.ª jornada e com um grau de dificuldade muito elevado. Depois duma primeira parte sem golos, os Cambrenses adiantaram-se no marcador com um golo de Bruno Fernandes mas André Pinto viria a igualar. Com cerca de 2 minutos para o final o Cambra fazia o 2-1 por Dani e praticamente decidia o encontro, mas a equipa do Gulpi nunca desistiu e a pouco mais de 1 minuto do final Leandro Wada fez o 2-2 que viria a ser o resultado final. Neste encontro registou-se uma má prestação da dupla de arbitragem(Rui Ribeiro e Florindo Cardoso - Minho). Depois duma primeira parte impecável, em que não foi mostrado um único cartão, a segunda metade demonstrou algo de estranho no comportamento dos senhores. O facto mais prejucial para a equipa do Gulpi foi o cartão azul(2 amarelos inacreditáveis) a Marco Dias que assim ficaria impossibilitado de jogar em Braga.
O jogo de Braga era caracterizado como muito importante mas não decisivo para qualquer objectivo. Foi um jogo bastante emotivo com uma má arbitragem(Alcides Pires e Paulo Almeida - Aveiro) onde predominaram muitos erros a prejudicar as 2 equipas. Adiantou-se o Braga com um golo de Xixa para poucos minutos depois Vasco Ferreira fazer a igualdade. André Centeno ainda fazia o 2-1 mas Leandro Wada fazia o empate antes do intervalo. Na segunta metado foi novamente o Braga a adiantar-se no marcador com Gonçalo Favinha a fazer o 3-2 mas Leandro Wada faria novamente o empate na conversão dum livre directo a 16 segundos do fim. A equipa do Braga protestou muito a marcação deste livre directo e viu o seu treinador e Xixa serem expulsos. Depois do árbitro apitar para o final do encontro registaram-se algumas picardias entre jogadores das 2 equipas, sendo de registar a agressão de Serafim Moreira a Nelson Gomes e uma outra agressão ainda antes do apito final de Álvaro Pinto ao mesmo jogador. Na sequência destes lances os jogadores Serafim Moreira e Nelson Gomes ficaram com as licenças apreendidas mas duma forma injusta para o nosso atleta já que o mesmo nada fez para sofrer tal sanção. De salientar uma má postura de todo o staff do Braga durante todo o encontro a culminar com as agressões no final do jogo. Arbitragem péssima a prejudicar o espetáculo e as duas equipas. Resultado justo.

quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

PROBLEMAS TÉCNICOS RESOLVIDOS!

Devido a problemas técnicos não nos foi possível efectuar as actualizações dos últimos jogos. Por este facto formalizamos o nosso pedido de desculpas a todos os que nos visitam e aos Gulpilharenses em particular.

Para tornarmos o blog mais activo e com outros assuntos de interesse, pedia aos atletas da equipa sénior que deixassem aqui um contacto de e-mail, messenger ou adicionassem o seguinte msn: acr-gulpi@hotmail.com com o objectivo de futuras entrevistas. Acho que será do interesse de todos abrirmos mais esta página.
Obrigado!

sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Oliveirense - Primeiro jogo de 2008

É já amanhã que recomeça o campeonato nacional e a equipa do Gulpi desloca-se a Oliveira de Azemeis para defrontar a Oliveirense num jogo que tem inicio às 18h. Será um jogo bastante dificil já que a Oliveirense reparte o segundo lugar com o Benfica e apresenta-se como uma das possíveis equipas a destronar o dominio do FC Porto, mas como os Gulpilharenses são guerreiros vamos lá para discutir o jogo.
Força Gulpi!

segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

"Uma Vergonha"

Tal como o nosso capitão disse à dupla de arbitragem no final do encontro, este jogo foi uma vergonha pela actuação dos senhores do apito.
A qualidade de jogo apresentada pela equipa do Gulpi foi fraca e o Benfica acabou por ser um justo vencedor, no entanto o que se passou durante toda a segunda parte foi vergonhoso e se os árbitros tivessem sido correctos o resultado poderia ter sido outro. Penalties por marcar, faltas por marcar, algumas marcadas ao contrário. Bem, faltam-me palavras para descrever o comportamento do senhor Lamela e do senhor Silva. Fico-me por aqui. Que tenhamos mais sorte no futuro.
Acabamos por perder 2-3 e gostava de realçar novamente que o Benfica foi melhor e mereceu a vitória.

Aproveito para desejar a todos um Feliz Natal!!!!!!!!

sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

Empate em Barcelos

Não foi um jogo muito bem jogado mas teve alguma emoção com o resultado a permanecer incerto até ao último segundo com um passe defeituoso que poderia isolar Marco Dias e dara vitória ao Gulpi.
Marcou primeiro o OC Barcelos por intermédio de José Braga a tirar partido duma falha de marcação no momento da sua entrada em pista. Na segunda parte entrou melhor o Barcelos que fez logo no inicio o 2-0 com Hugo Costa a concretizar da melhor forma um contra ataque. Mas a reacção do Gulpi foi a melhor e Marco Dias reduziria para 2-1 e André Pinto a fazer o empate. Até ao fim o jogo teve mais oportunidades de golo mas os guarda redes foram sempre superiores. Empate justo num jogo equilibrado.
Arbitragem irregular com erros a prejudicar as duas equipas.

OC Barcelos: Ginho(gr), Tiago Rafael(cap), Diogo Silva, Cacau e Hugo Costa(1); José Braga(1), Micha, Kika e Chumbinho.
Tr. Vitor Silva
Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap)(1), Nelson Gomes, André Pinto(1) e Leandro Wada; Luís Costa, Ricardo Ramos, Daniel Oliveira(nj), João Paulo(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj).
Tr. Fernando Almeida
Int. 1-0 Marcha Marcador: 2-0; 2-2

Sábado, dia 22, recebemos o SL Benfica num jogo a contar para 16.ª jornada do nacional. O jogo realiza-se às 18h e espera-se uma boa casa para apoiar a equipa Gulpilharense.

terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

Deu Empate...

Não foi um jogo muito bem jogado mas ninguém se pode queixar da aplicação dos jogadores. Notou-se algum cansaço devido ao jogo a meio da semana mas que não pode desculpar alguma falta de concentração durante o jogo.
O Gulpi chegou primeiro ao golo através de Marco Dias mas permitiu pouco depois o empate à equipa do Portosantense que marcou por German. Seria o Gulpi a adiantar-se novamente no marcador e desta feita seria Leandro Wada a converter um livre directo. No entanto ainda antes do intervalo o Portosantense chegou à igualdade por intermédio de Nuno Almeida.
Na segunda parte não se registou qualquer golo no entanto ambas as equipas tiveram oportunidades para o marcarem mas os guardas redes foram sempre superiores.
Arbitragem regular.

Gulpi(2): Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap)(1), Vasco Ferreira, André Pinto e Nelson Gomes; Leandro Wada(1), Daniel Oliveira(nj), Ricardo Ramos(nj), Luís Costa(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj).
Tr. Fernando Almeida
Portosantense(2): Márcio Ornelas(gr), Nuno Almeida(1), Nelson Ribeiro, Alan Fernandes e German Dates(1); Paulo Monteiro.
Tr. Carlos Pires
Int: 2-2 Marcha Marcador: 1-0; 1-1; 2-1; 2-2

quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

Vitória com empenho e muita raça.

Foi mais uma vitória e mais um jogo de grande qualidade aquele que se pode assistir ontem no pavilhão de Gulpilhares perante a equipa da Candelária. O jogo antevia-se dificil dado o valor da equipa açoriana mas o Gulpi conseguiu sempre controlar as intenções atacantes dos Picarotos e quando os jogadores de campa falharam estava lá Alexandre Saraiva para resolver. Foi quando a cerca de 7 minutos do intervalo e na sequência duma jogada de ataque constante o Gulpi chega à vantagem através dum remate de meia distância executado pelo capitão Marco Dias. Eestava aberto o marcador que não iria sofrer mais alterações até ao intervalo.
A segunda parte começou com o segundo golo para o Gulpi, com uma excelente jogado de Wada a puxar a equipa Picarota toda para um lado e a descobrir Vasco Ferreira do outro que só teve de encostar a bola para o fundo das redes. Estava feito o 2-0 e o Candelária não parecia capaz de alterar a corrente do jogo mas a partir de certa altura começou num jogo directo com remates e lançamentos de bola para a baliza Gulpilharense mas estes a não surtirem qualquer efeito no marcador. Passada a metade do segundo tempo vieram mais dois golos de belo efeito, primeiro André Pinto e depois Leandro Wada a colocarem a bola na baliza de Paulo Matos através de jogadas por trás da baliza. Com o 4-0 o Gulpi continuou a controlar a partida e chegou ao fim com mais uma vitória importante e também muito justa.
Arbitragem de João Rodrigues e Rui Torres regular.

Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap)(1), Vasco Ferreira(1), Nelson Gomes e André Pinto(1); Leandro Wada(1), João Paulo, Luís Costa, Ricardo Ramos e Diogo Almeida(gr)(nj).
Tr. Fernando Almeida
Candelária: Paulo Matos(gr), Tiago Resende, Mauro Fernandez, Pedro Afonso e Candido Oliveira; Eduardo Brás, Ricardo Santos e Edgar.
Tr. Pedro Nunes
Int. 1-0 Marcha marcador: 4-0

No próximo sábado, dia 8, pelas 18h recebemos a equipa Madeirense do Portosantense em mais um jogo que se antevê bastante dificil mas que com a determinação que a equipa vem demonstrando a vitória será possível. Para isso é necessário o apoio de todos os Gulpilharenses.
Força Gulpi!

segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007

Vitória justa mas com muita Garra e Inteligência

O jogo em Valongo previa-se muito dificil pois a equipa da casa ainda não tinha qualquer derrota no seu pavilhão, no entanto o Gulpi conseguiu mais uma importante vitória com inteira justiça.
O jogo começou com a equipa do Gulpi mais objectiva no ataque e a ter as melhores oportunidades para fazer golo mas sem o conseguir. O Valongo equilibrou o jogo e já depois do meio da primeira parte faz o 1-0 num golo contestado pelos Gulpilharenses pois o jogador do Valongo antes de fazer o golo ajeitou a bola com o corpo. O intervalo chegava com a vantagem do Valongo mas sem ter justificado.
Com a lição bem estudada o Gulpi começa a segunda metade com o golo do empate num rápido contra ataque com Marco Dias a assistir Leandro Wada e este a fazer o golo. A defesa do Gulpi estava muito concentrada e no lançamento de mais um contra ataque novamente Marco Dias a assistir André Pinto que com um remate fortíssimo fazia o golo e consumava a reviravolta no resultado. Veio depois um período de desconcentração com a equipa do Valongo a pressionar e a conseguir algumas oportunidades de golo mas com Alexandre Saraiva a resolver todas as situações. Este período agravou-se com a saída de Marco Dias devido a um azul directo em que o árbitro se equivocou na gravidade da falta prejudicando a equipa do Gulpi. A equipa voltaria a serenar e a controlar o jogo e já com Marco Dias em campo conseguiria fazer o 1-3 por intermédio de Tiago Ferraz numa jogada rápida com a bola a passar por toda a equipa. O 1-4 viria pouco depois através dum livre directo a penalizar uma falta feia de Márcio sobre Tiago Ferraz com André Pinto a bisar no encontro.
O jogo acabava com uma vitória justa e muito importante do Gulpi a premiar a maior capacidade de jogo da nossa equipa.
Boa arbitragem de Joaquim Carpelho com o seu colega Paulo Romão a cometer alguns erros.

AD Valongo: Fábio Vieira(gr), Hugo Moreira, Filipe Brandão, Hugo Azevedo(1) e Márcio Fonseca; Nuno Rodrigues, Pedro Lei e João Marques.
Tr. Paulo Pereira
Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira, Nelson Gomes e André Pinto(2); Leandro Wada(1), Tiago Ferraz, Daniel Oliveira, Luís Costa(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj).
Tr. Fernando Almeida
Int. 1-0; Marcha do resultado: 1-0; 1-4
Azuis: Márcio Fonseca, Marco Dias e Vasco Ferreira.

É já nesta quarta-feira, dia 5 de Dezembro, que se realiza a última jornada da primeira volta com o Gulpi a receber a equipa da Candelária. Mais um jogo importante para a nossa equipa onde a vitória será muito importante.
Faz-se o apelo a que todos os Gulpilharenses compareçam no pavilhão para apoiar a equipa. Pede-se também aos Super Gulpi que mais uma vez se organizem no apoio à equipa pois têm sido um elemento muito importante.
Força Gulpi!

sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

AD Valongo - Gulpi 18:30h Pavilhão de Valongo

Joga-se amanhã a partida referente à 12.ª jornada do Nacional com a deslocação do Gulpi a Valongo. O Valongo neste momento em 3.º lugar vem fazendo um bom campeonato mas a nossa equipa também está em bom nível e esta deslocação poderá ser boa para trazermos os 3 pontos.
Pede-se muita garra e muito empenho aos nossos atletas para conseguirem a vitória.
Força Gulpi!

terça-feira, 27 de Novembro de 2007

1 Ponto, Prémio pela combatividade

Foi um grande jogo que pudemos assistir no sábado frente ao FC Porto. Duas equipas que puseram em rinque todas as suas armas e que proporcionaram um excelente jogo a quem se deslocou ao pavilhão de Gulpilhares. Um jogo nada faltoso nem quezilento onde o FC Porto dominou como era esperado mas com o Gulpi sempre a tentar a sua sorte junto da baliza de Edo Bosh. Começou melhor o Porto com Jorge Silva, acabado de render Reinaldo Ventura, a fazer o 1-0 com um remate cruzado e rasteiro. O Gulpi tentou responder com maior agressividade no ataque e num lance com alguma sorte a bola aparece na baliza portista depois de ter sido desviada pelo patim de André Azevedo fixando assim o resultado de 1-1 com que se chegaria ao intervalo.
A segunda parte começou com bom ritmo e com o Porto a benefeciar dum penalty muito duvidoso em que o árbitro assinalou prontamente. Reinaldo Ventura saltou do banco apenas para a conversão do castigo máximo, o que fez com grande eficácia colocando o Porto novamente na frente do marcador. O jogo desnrolava-se a bom ritmo e a meio da segunda parte foi a vez do Gulpi beneficiar dum penalty por falta dentro da área a penalizar Pedro Moreira que intencionalmente levantou a bola mais do que o permitido. Neste caso saltou do banco Daniel Oliveira e com a mesma eficácia colocou o resultado em 2-2. A partir daqui o jogo teve um ritmo alucinante com o Porto a impor um ritmo fortissimo para chegar à vitória mas também com o Gulpi a responder com contra ataques perigosos. O resultado não iria sofrer mais alterações mas coube a Marco Dias a última oportunidade quando a 6 segundos do fim arrancou do seu meio campo completamente isolado não conseguindo bater Edo Bosh. O Jogo terminou com um empate, um resultado justo que premeia a excelente atitude da equipa do Gulpi.
Arbitragem com erros.

Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira, Nelson Gomes e André Pinto; Leandro Wada, Daniel Oliveira(1), Ricardo Ramos(nj), Luís Costa(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj).
Tr. Fernando Almeida
FC Porto: Edo Bosh(gr), Filipe Santos(cap), Ricardo Figueira, Reinaldo Ventura(1) e Caio; Jorge Silva(1), André Azevedo(1pb), Pedro Moreira.
Tr. Franklim Pais
Int. 1-1 Marcha do marcador: 0-1; 1-1; 1-2; 2-2

Nota: Uma excelente casa com um apoio vibrante por parte dos Super Gulpi.
Parabéns a todos.

sexta-feira, 23 de Novembro de 2007

Gulpi - FC Porto - 18 horas

Amanhã o Gulpi recebe o FC Porto a contar para a 11.ª jornada do nacional.
Pede-se a todos os gulpilharenses para comparecerem no pavilhão e apoiar a equipa.
Força Gulpi!

segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

AA Espinho 1 - ACR Gulpi 1

A equipa do Gulpi não foi além de um empate a uma bola na sua curta deslocação a Espinho. Num jogo bem disputado chegou primeiro ao golo o Gulpi numa jogada de contra ataque com Nelson Gomes a não desperdiçar e a colocar a sua equipa em vantagem, vantagem essa com que atingiríamos o intervalo.
A segunda parte começa com um lance bastante duvidoso com a dupla de arbitragem a marcar uma grande penalidade contra o Gulpi por um suposto corte com o patim mas que só no entender do Sr. árbitro terá sido intencional. Bruno na conversão do penalty fez o empate com que se chegaria ao fim.
A arbitragem na segunda parte e depois do lance que deu o empate à Académica foi muito confusa com as duas equipas a terem razões de queixa.
Nota excelente para a presença dos Super Gulpi que cantaram praticamente durante todo o jogo incentivando a equipa. Parabéns!

AA Espinho: Paulo Santos(gr), Ricardo Coelho, Rui Silva, Chico Barreira e Bruno(1); Miguel e Hugo Santos(cap)
Tr. Paulo Freitas
ACR Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira, Nelson Gomes e André Pinto; Tiago Ferraz, Leandro Wada, Luís Costa(nj), Daniel Oliveira(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj)
Tr. Fernando Almeida
Int. 0-1 Marcha do marcador: 0-1; 1-1
Azuis: Tiago Ferraz, Miguel e Bruno

sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

Próxima paragem: Espinho

É já amanhã pelas 18:30h que a equipa do Gulpi se desloca a Espinho para defrontar a Académica local. O jogo é a contar para a 10.ª jornada do campeonato nacional e pede-se a todos os gulpilharenses a presença no pavilhão da Académica de Espinho para apoiar o Gulpi neste jogo importante onde uma vitória ajuda a cimentar a candidatura aos lugares de acesso aos play-off.
Força Gulpi!

terça-feira, 13 de Novembro de 2007

Juniores começam Nacional com vitória

A equipa de juniores do Gulpi começou o Nacional da melhor maneira, arrancando uma vitória em Espinho perante a Académica. O gulpi perdia ao intervalo por 2-1 mas na segunda parte conseguiu dar a volta ao resultado e finalizou o encontro com 5-2 a seu favor.
Os golos do Gulpi foram apontados por Ricardo Ramos(2), Miguel(2) e Ruben.
O próximo jogo é com a Oliveirense em casa no qual se espera mais uma vitória.

A equipa de Juvenis perdeu a final do torneio de abertura frente ao FC Porto por 1-3 após a decisão por marcação de grandes penalidades. O jogo acabou com as equipas empatadas a 1 golo mas os portistas acabaram por ser mais felizes na lotaria dos penaltys.
No próximo domingo tem inicio o campeonato nacional que começa precisamente com a recepção ao FC Porto.

segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Derrota com goleada

Foi um jogo sem história onde a eficácia dos Vianenses ditou desde muito cedo o desfecho do jogo. O Gulpi pareceu uma equipa cansada sem força para reagir aos primeirs golos da Juventude e a cometer muitos erros que originaram mais alguns golos. Num jogo onde não se salvou ninguém por parte do Gulpi, há a destacar a entrada de Diogo Almeida na segunda parte fazendo assim a sua estreia no campeonato nacional.
Uma palavra de apoio à equipa para reagir pois no próximo sábado será mais um jogo onde a vitória será importante.

Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira, Tiago Ferraz(1) e André Pinto; Leandro Wada, Nelson Gomes(1), Ricardo Ramos, Luís Costa e Diogo Almeida(gr)
Tr. Fernando Almeida
Juv Viana: Ricardo Silva(gr), Luís Filipe(2), Paulo Almeida, Gonçalo Suissas(2) e Didi(3); Sapo, Banza(1), Rodrigo e Pedro Neto(cap).
Tr. Rui Neto
Int. 1-5 Marcha marcador: 0-3; 1-3; 1-7; 2-7; 2-8

quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

Terceira Vitória Consecutiva.

Ontem no Pavilhão do Pinheiro em Ourém, a equipa do Gulpi arrecadou uma excelente vitória no recinto da Juventude Ouriense. O jogo esteve empatado a zero durante toda a primeira parte, sendo desfeita por intermédio de Leandro Wada. Vasco Ferreira e Marco Dias aumetaram a contagem para 3-0 e Luís Costa mesmo a terminar a partida fez o resultado final.
Uma vitória moralizadora conseguida fora de casa que dá sempre um alento extra para encarar os próximos jogos.

Juv Ouriense: Marco Barros(gr), Helder Ferreira(cap), Luís Brandão, Peralta e Nuno Domingues; Pedro Nobre, Jorge Godinho, Ricardo Santos e Bruno Moreira.
Tr. Jorge Godinho
ACR Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap)(1), Vasco Ferreira(1), André Pinto e Tiago Ferraz; Leandro Wada(1), Nelson Gomes, Luís Costa(1), Ricardo Ramos(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj).
Tr. Fernando Almeida
Int. 0-0 Marcha Marcador: 0-4
Azuis. nada a aregistar

No próximo sábado temos mais uma jornada para o nacional. Será a 9.ª e o Gulpi recebe a Juv Viana pelas 18h pelo que todos somos poucos para estar presente e apoiarmos a equipa.
Força Gulpi!

segunda-feira, 5 de Novembro de 2007

Vitória com muita emoção

O Gulpi recebeu e venceu o HC Braga por 7-4 num jogo muito emotivo onde a equipa da casa esteve sempre à frente no marcador.
O jogo começou com as duas equipas a tentarem chegar ao golo e com a equipa do Gulpi a consegui-lo através dum remate de meia distância de Vasco Ferreira. O Gulpi mesmo a ganhar não deixava de arriscar e continuava à procura do segundo golo. Golo que chegaria através duma grande penalidade convertida por Tiago Ferraz. A equipa continuava a arriscar no ataque e num contra ataque da equipa bracarense Xixa reduz para 2-1. Também num contra ataque Leandro Wada faz o 3-1, resultado com que se atingiria o intervalo.
A segunda parte começou com o Braga a pressionar bastante mas a insistir muito na meia distância, situação que Alexandre Saraiva ia resolvendo. Em mais um contra ataque Marco Dias assiste André Pinto para este fazer o 4-1. O Braga respondeu e reduziu para 4-2 por intermédio de Fellini. O jogo estava muito movimentado e o Gulpi não conseguia ter posse de bola mas em resposta ao ataque Bracarense Marco Dias faz o 5-2, desta vez invertendo-se as posições com André Pinto a assistir Marco Dias. Parecia que o jogo estava controlado mas o Braga num curto espaço de tempo faz 2 golos, Serafim e André Centeno, e reduz para a diferença minima, 5-4. O jogo fica decidido num lance em que os de Braga reclamam penalty, alegando que o defesa do Gulpi cortou a bola e esta subiu mais que o permitido. No entender dos árbitros o jogador não terá efectuado um corte mas a bola terá atingido acidentalmente o stick não considerando falta. Na sequência deste lance ficaram 2 jogadores Bracarenses a protestar junto do árbitro enquanto que o Gulpi partiu para o contra ataque e Nelson Gomes acabaria por fazer o 6-4. A partir daqui o Braga nunca mais se encontrou e foi Marco Dias quem fechou a contagem num golo de belo efeito.
Um bom jogo do Gulpi mas com algumas desatenções defensivas e muitas falhas na finalização.

Gulpi: Alexandre Saraica(gr), Marco Dias(cap)(2), Vasco Ferreira(1), Tiago Ferraz(1) e André Pinto(1); Nelson Gomes(1), Leandro Wada(1), Ricardo Ramos, Daniel Oliveira(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj)
Tr. Fernando Almeida
HC Braga: Jorge Correia(gr), Serafim(1), Márcio, Felini(1) e Gonçalo Favinha; Xixa(1), André Centeno(1), Alvaro Pinto e João.
Tr. Rui Teixeira
Int. 3-1 Marcha marcador: 2-0; 2-1; 4-1; 4-2; 5-2; 5-4; 7-4

Quarta-feira o Gulpi desloca-se a Ourém para defrontar a Juventude Ouriense, lanterna vermelha do campeonato, mas não se esperam facilidades. Força Gulpi para mais este jogo e tragam os 3 pontos.

PS: uma nota positiva para o apoio da claque SuperGulpi. Continuem e se possível acompanhem a equipa na deslocação a Ourém.

sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

Segue-se o HC Braga - Sábado às 18h

O HC Braga é o próximo adversário do Gulpi num jogo a contar para a 7.ª jornada do Campeonato Nacional. É mais um jogo em que a turma de Fernando Almeida tem por objectivo a vitória. O jogo tem inicio às 18h e pede-se a todos os Gulpilharenses que compareçam no pavilhão para apoiar a equipa.
Força Gulpi!

domingo, 28 de Outubro de 2007

Vitória justa e mais do que merecida.

As duas equipas apresentaram-se no pavilhão de Gulpilhares com respeito mútuo apostando muito no jogo seguro, tendo a equipa da casa criado as melhores ocasiões de golo durante toda a primeira parte. Foi notória a intenção da equipa do Cambra em jogar no erro do Gulpi defendendo sempre o empate, objectivo conseguido até ao intervalo.
Na segunda parte surgiu um Gulpi mas agressivo defensivamente, mais objectivo nas saídas para o ataque e mais perigoso junto da baliza do HA Cambra. E foi num contra ataque de insistência que Leandro Wada consguiu colocar a bola dentro da baliza do Cambra. Estava feito o primeiro e a partir daqui o Cambra teria que arriscar mais para tentar a igualdade. Abriu mais espaços e arriscou mais nas saídas para o contra ataque. E foi numa dessas saídas para o ataque que Marco Dias "roubou" a bola a um adversário colocando de imediato em André Pinto que isolado fez o segundo para o Gulpi. Até ao final assistiu-se a um aumento da pressão por parte do Cambra mas sem consequências com o Gulpi a trocar muito bem a bola e a defender com muita determinação.
Arbitragem de José Monteiro e Joaquim Pinto com poucos erros e ao nível do jogo, Bom.

Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira, Tiago Ferraz e André Pinto(1); Leando Wada(1), Ricardo Ramos, Daniel Oliveira(nj), Luís Costa(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj)
Tr. Fernando Almeida
HA Cambra: Mário Almeida(gr), Ricardo Geitoeira(cap), Raul Alves, Rui Fernandes e Dani; Bruno Fernandes, Carlos André, Luís Marques(nj) e Ricardo Pereira(gr)(nj)
Tr. Helder Pinho
Int. 0-0 Marcha do marcador: 2-0
Cartões Azuis: Ricardo Geitoeira e Dani.

sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

Gulpi recebe Cambra, Sábado às 18h.

Sábado, dia 27 de Outubro, pelas 18h tem ínicio o encontro frente ao HA Cambra a contar para a 6.ª jornada do Campeonato Nacional. Este é o primeiro de dois jogos seguidos em casa, sendo o segundo no próximo sábado frente ao HC Braga.
Para este jogo a equipa do Gulpi aposta tudo na vitória pois a jogar em casa a responsabilidade aumenta.
O encontro será arbitrado por José Monteiro do Minho e Joaquim Pinto do Porto.
Todos ao pavilhão de Gulpilhares para apoiar a equipa!

segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Empate com sabor a injustiça

Em Alenquer o Gulpi apresentou-se determinado a conseguir os 3 pontos e para isso começou o jogo com uma defesa bastante rígida e com um ataque capaz de criar oportunidades de golo. E logo nos minutos iniciais André Pinto falhou uma grande penalidade mas viria a ser o mesmo jogador a fazer o 0-1, resultado escasso para as oportunidades criadas mas que não sofreria alterações até ao intervalo. O segundo tempo começou com o golo do empate para a equipa do Alenquer apontado por Bruno Monteiro. O Gulpi não foi abaixo e manteve a mesma toada conseguindo o 1-2 por Vasco Ferreira. No entanto o Alenquer chega mais uma vez ao empate num golo duvidoso de Bruno Monteiro. A reacção do Gulpi veio com o terceiro golo apontado por Tiago Ferraz mas acabaria por sofrer o 3-3 num penalty inexistente em que André Pinto, fora da área, joga involuntáriamente a bola com o patim. O árbitro decidiu assinalar a grande penalidade e David Chalupa não falhou. O resultado iria manter-se até final.
Arbitragem com erros pontuais mas com interferência no resultado.

S Alenquer B (3): Baba(gr), Miguel Dantas, Hugo Lourenço, Bruno Monteiro(cap,2) e David Chalupa(1); Tiago Roquete e Rui Cova.
Tr. Hugo Gaidão
ACR Gulpilhares (3): Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira(1), Tiago Ferraz(1) e André Pinto(1); Leandro Wada, Nelson Gomes, Ricardo Ramos, João Paulo e Diogo Almeida(gr)(nj)
Tr. Fernando Almeida
Int: 0-1 Marcha: 0-1; 1-1; 1-2; 2-2; 2-3; 3-3
Azuis: Miguel Dantas e André Pinto

sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

Dificil deslocação a Alenquer

É amanhã, dia 20 de outubro de 2007, que a equipa sénior do Gulpi se desloca a Alenquer para cumprir a 5.ª jornada do nacional.
Espera-se um jogo muito dificil pois o Alenquer a jogar em sua casa é sempre uma equipa muito dificil de bater, ainda com a agravante de ter trocado de treinador durante esta semana. Carlos Garção deixou o cargo de treinador depois de muitos anos à frente do comando técnico do Alenquer, tendo a direcção contratado Hugo Gaidão para essa função.
Aos nossos rapazes pede-se muita força e dedicação para contrariar o factor psicológico que esta chicotada possa trazer aos jogadores de Alenquer.
O jogo tem ínicio às 21h e será arbitrado por Alcides Pires e Paulo Almeida ambos de Aveiro.

domingo, 14 de Outubro de 2007

Gulpi perde em casa com a Oliveirense

Foi mais um excelente jo de hóquei que o público presente em Gulpilhares pode assistir. As 2 equipas entraram em rinque com algumas precauções com o objectivo de não cometer erros mas a praticar um hóquei agradável e a criar algumas situações de perigo.
E foi o Gulpi que marcou primeiro por Tiago Ferraz numa jogada de insistência em que Tiago Sousa defende um primeiro remate mas já não consegue defender a recarga. A Oliveirense acabaria por empatar num golo um pouco furtuito com a bola a ser desviada pelo stick, talvez dum jogador do Gulpi mas o golo a ser atribuido a Diogo Silva. Ainda antes do intervalo André Pinto colocaria o Gulpi em vantagem e na sequência do lance, sem se perceber bem porquê, Maxi Oliva tenta agredir o próprio André Pinto e é expulso.
A segunda metade começou na mesma toada com a Oliveirense a pressionar mais com o objectivo de chegar ao empate. E num livre frontal a favorecer a equipa visitante a bola é bombeada para a área sofrendo um desvio que acaba por trair Alexandre Saraiva. O Gulpi manteve a postura e num contra ataque após passe de André Pinto, Marco Dias acabaria por colocar novamente o Gulpi em vantagem. Poucos minutos depois, o mesmo Marco Dias falha a marcação a Tó Neves no interior da área e este à meia volta estabelece nova igualdade. A partir deste momento a equipa do Gulpi desconcentrou-se e maior maturidade dos Oliveirenses sobressaiu acabando por passar para a frente do marcador com mais um golo de Tó Neves e outro de Paulo Alves.
Fica no ar alguma injustiça no resultado pois a Oliveirense não demonstrou superioridade no encontro.
Arbitragem fraca com muitos azuis, alguns por acumulação de cartões amarelos mostrados por pequenas faltas. Falta de sensibilidade dos árbitros.

Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap)(1), Vasco Ferreira, Tiago Ferraz(1) e André Pinto(1); Leandro Wada, Daniel Oliveira, Ricardo Ramos, Luís Costa e Diogo Almeida(gr)(nj)
Tr. Fernando Almeida
Oliveirense: Tiago Sousa(gr), Paulo Alves(1), Vitor Fortunato(cap), Maxi Oliva e Tó Neves(2); Diogo Silva(2), Tiago Santos, João Pinto e Domingos Pinho(gr)(nj).
Tr. Tó Neves
Int. 2-1 Marcha do marcador: 1-0; 1-1; 2-1; 2-2; 3-2; 3-5
Azuis: Vasco Ferreira, Tiago Ferraz, Leandro Wada e Tiago Santos.
Vermelho: Maxi Oliva.

Resultados da 4.ª jornada

S Alenquer B 2 - HA Cambra 3
ACR Gulpilhares 3 - UD Oliveirense 5
HC Braga 4 - SL Benfica 2
Juv Ouriense 2 - OC Barcelos 3
Juv Viana 5 - Portosantense SAD 1
AA Espinho 4 - Candelária SC 5
FC Porto 4 - AD Valongo 2

Classificação:
1.º FC Porto ---------------12pts
2.º AD Valongo ------------9
3.º Portosantense SAD ----9
4.º UD Oliveirense --------9
5.º Candelária SC ---------9
6.º OC Barcelos -----------9
7.º SL Benfica -------------6
8.º Juv Viana -------------6
9.º HC Braga --------------6
10.º HA Cambra -----------4
11.º ACR Gulpilhares ------3
12.º AA Espinho -----------1
13.º S Alenquer B ---------0
14.º Juv Ouriense ---------0

sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

ACR Gulpilhares - UD Oliveirense 18 horas

Amanhã pelas 18 horas espera-se mais uma bela casa para a recepção à equipa de Oliveira de Azemeis. Mais um bom jogo que os gulpilharenses poderão assistir e apoior a equipa da casa até à vitória. Será uma boa oportunidade para demonstrar que a vitória no pavilhão da luz não foi obra do acaso e que a equipa começa a atingir bons níveis competitivos.
Tomamos a liberdade para incentivar os gulpilharenses a comparecerem no pavilhão de Gulpilhares para darem um forte apoio à equipa.

Jogadores: Alexandre Saraiva(gr), Diogo Almeida(gr), Marco Dias(cap), Vasco Ferreira, Tiago Ferraz, Daniel OLiveira, João Paulo, Nelson Gomes, André Pinto, Leandro Wada, Luís Costa e Ricardo Pererira.

quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

Primeira vitória, em casa do vice campeão

E foi na passagem pela terceira jornada que a equipa do Gulpi arrecadou os primeiros três pontos, e logo na visita ao pavilhão do Vice Campeão Nacional.
Um jogo muito intenso onde a cerrada defesa e um contra ataque venenoso foram armas decisivas para esta importante vitória. Destaque para André Pinto que com 3 golos foi decisivo no ataque e para Alexandre Saraiva que com a ajuda duma defesa muito concentrada foi parando todas as iniciativas benfiquistas. Assim o Benfica caiu aos pés do Gulpi.

SL Benfica 2 - ACR Gulpilhares 3
SL Benfica: Balagué(gr), Valter Neves(cap), Carlitos(1), Tó Silva(1) e Vitor Hugo; Ricardo Barreiros, Rui Ribeiro e Diogo Rafael; Carlos Silva(gr)(nj)
ACR Gulpilhares: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Vasco ferreira, Tiago Ferraz e André Pinto(3); Leandro Wada, Ricardo Ramos(nj), Daniel Oliveira(nj), João Paulo(nj) e Diogo Almeida(gr)(nj)
Int: 1-2 Marcha do marcador: 0-1; 1-1; 1-3; 2-3
Azuis: nada a registar

Resultados 3-ª jornada

Juv Viana 2 - Candelária SC 0
UD Oliveirense 4 - S Alenquer B 2
SL Benfica 2 - ACR Gulpilhares 3
OC Barcelos 1 - HC Braga 3
Portosantense SAD 4 - Juv Ouriense 0
AD Valongo 5 - AA Espinho 2
HA Cambra 1 - FC Porto 2

Classificação:
1.º FC Porto -------------9 pts
2.º Portosantense SAD -- 9
3.º AD Valongo ---------- 9
4.º UD Oliveirense ------ 6
5.º Candelária SC ------- 6
6.º SL Benfica -----------6
7.º OC Barcelos --------- 6
8.º ACR Gulpilhares -----3
9.º Juv Viana ------------3
10.º HC Braga ------------3
11.º HA Cambra ----------1
12.º AA Espinho ----------1
13.º S Alenquer B --------0
14.º Juv Ouriense --------0

segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

Resultados da 2.ª jornada

UD Oliveirense 4 - HA Cambra 1
S Alenquer B 1 - SL Benfica 2
ACR Gulpilhares 2 - OC Barcelos 3
HC Braga 0 - Portosantense SAD 4
Juv Ouriense 2 - Candelária SC 3
Juv Viana 5 - AD Valongo 8
AA Espinho 2 - FC Porto 9

1º FC Porto ---------------- 6 pts
2º AD Valongo ------------- 6
3º Portosantense SAD ----- 6
4º Candelária SC -----------6
5º OC Barcelos ------------ 6
6º SL Benfica -------------- 6
7º UD Olibeirense --------- 3
8º HA Cambra ------------ 1
9º AA Espinho ------------ 1
10º S Alenquer B ----------- 0
11º ACR Gulpilhares --------0
12º Juv Ouriense ---------- 0
13º HC Braga ---------------0
14º Juv Viana -------------- 0

Gulpi continua sem ganhar

Com uma excelente casa a equipa do Gulpi entrava em rinque para tentar conquistar os primeiros 3 pontos no campeonato. O jogo começou algo morno com as equipas a arriscarem pouco e com o Barcelos a ficar em vantagem depois de um auto-golo de Tiago Ferraz. A segunda metade iniciou com o golo do empate apontado por Leandro Wada e com a esperança da equipa Gulpilharense em equilibrar a partida, mas pouco depois na conversão dum livre frontal Nuno Resende furou autenticamente Alexandre Saraiva para logo de seguida José Braga, um ex Gulpilharense, fazer o 1-3 num contra ataque da equipa Barcelense. O Gulpi tinha então cerca de 22 minutos para tentar dar a volta ao resultado mas nunca o conseguiu fazer, com Vasco Ferreira a fazer o 2-3 a apenas 2:30 min do fim. Ainda com 30 seg para jogar, Marco Dias recupera uma bola a meio rinque e descaído pela direita poderia ter feito o empate mas Ginho negou o ponto à equipa de Gulpilhares.
Nota posítiva para a boa casa que se verificou no Pavilhão de Gulpilhares e também para a arbitragem de Joaquim Pinto e José Monteiro que com alguns erros não tiveram qualquer influência no resultado.

Gulpi: Alexandre Saraiva, Marco Dias(cap), Tiago Ferraz(ag), Nelson Gomes e André Pinto; Leandro Wada(1), Vasco Ferreira(1), Luís Costa, Daniel Oliveira e Diogo Almeida(nj)
OC Barcelos: Ginho, Nuno Resende(1), António Leal, Hugo Costa e José Braga. Miguel Fernandes e Daniel Coelho.
Int: 0-1 Azuis: Tiago Ferraz, Daniel Oliveira, José Braga e Hugo Costa.

sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Gulpi recebe OC Barcelos na 2.ª jornada

Sábado, dia 6 de Outubro, pelas 18h tem ínicio o jogo com o OC Barcelos a contar para a 2.ª jornada do campeonato nacional. Depois duma derrota por 2-0 em Porto Santo os comandados de Fernando Almeida têm como objectivo alcançar a primeira vitória no campeonato. A equipa de Barcelos vem motivada pela vitória frente ao Alenquer mas os Gulpilharenses pretendem arrancar os três pontos nesta partida.

Gulpilharense, desloca-te ao pavilhão de Gulpilhares e vem apoiar a equipa. Contigo as vitórias são mais fáceis.

Restantes jogos da 2.ª jornada a realizar dia 6-10-2007:
UD Oliveirense - HA Cambra 18h
S Alenquer B - SL Benfica 21h
HC Braga - Portosantense SAD 17h
Juv. Ouriense - Candelária SC 18h
Juv. Viana - AD Valongo 21:30h
AA Espinho - FC Porto 18:30h

terça-feira, 2 de Outubro de 2007

1.ª Jornada - Resultados e Classificação

SL Benfica 3 - UD Oliveirense 1
OC Barcelos 3 - S Alenquer B 1
Portosantense SAD 2 - ACR Gulpilhares 0
Candelária SC 7 - HC Braga 4
AD Valongo 5 - Juv. Ouriense 2
FC Porto 5 - Juv. Viana 1
HA Cambra 1 - AA Espinho 1

1.º FC Porto
2.º Candelária SC
3.º AD Valongo
4.º OC Barcelos
5.º SL Benfica
6.º Portosantense SAD
7.º AA Espinho
8.º HA Cambra
9.º ACR Gulpilhares
10.º UD Oliveirense
11.º S Alenquer B
12.º Juv. Ouriense
13.º HC Braga
14.º Juv. Viana

segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

Gulpi entra a perder.

A equipa sénior do Gulpi deslocou-se a Porto Santo e perdeu por 2-0 num jogo muito disputado a contar para a primeira jornada do campeonato nacional.
Segundo a imprensa local, o jogo começou equilibrado com as duas primeira oportunidades a pertencerem ao Portosantense mas com o Gulpi a subir de rendimento e a dispor de algumas oportunidades de golo incluíndo uma grande penalidade e um livre directo. Na segunda parte a toada manteve-se com o Portosantense a ter o controlo do jogo mas com o Gulpi a ter mais algumas situações de golo, todas elas resolvidas pelo guarda redes João Miguel, que fez uma exibição de grande nível. O golo apareceu a 7 min do fim e a partir daí o Gulpi tentou chegar ao empate pressionando mais na defesa, mas acabou por sofrer o segundo golo.
Nota positiva para a arbitragem, com poucos erros e sem influência no resultado.

Portosantense: João Miguel(gr)(cap), Nuno Almeida, André Moreira, Alan Fernandes(1) e German(1); Paulo Monteiro;
Gulpi: Alexandre Saraiva(gr), Marco Dias(cap), Tiago Ferraz, Nelson Gomes e André Pinto; Leandro Wada, Ricardo Ramos e Daniel Oliveira;
Cartões Azuis: André Moreira, Alan Fernandes, Leandro Wada e Marco Dias.